SMDCIC – Sistema para Monitoramento de Data Centers baseado na Internet das Coisas

A Internet of Things ou Internet das Coisas está mudando o forma com que o mundo se conecta e troca informações. Ao passo que essa transformação acontece novas tecnologias e processos surgem, abrindo um leque de possibilidades para o seu uso. O Sistema para Monitoramento de Data Centers baseado na Internet das Coisas é um projeto que  gera soluções de monitoramento do ambiente de data centers aplicando os conceitos e tecnologias desenvolvidos com base na internet das coisas.

Games e objetos digitais de aprendizagem com SCORM (modelo de referência de objeto de conteúdo compartilhável)

Os objetos digitais de aprendizagem e games educacionais são recursos digitais que auxiliam o processo de ensino e aprendizagem. Se desenvolvidos dentro de um modelo de referência como o SCORM (modelo de referência de objeto de conteúdo compartilhável), a comunicação com variados ambientes virtuais de aprendizagem é garantida, podendo ser até reutilizados. Eles foram criados baseados na necessidade de se trocar conteúdos digitais presentes nos AVAs, destacando a importância das questões pedagógicas que fazem parte dessas práticas existentes nesse ambiente virtuais.

DICOM em UTI Neonatal

Solução computacional para acompanhamento clínico de recém – nascido em conformidade com os Modelos DICOM SR/HL7.

O objetivo desse projeto é desenvolver uma solução computacional capaz de auxiliar o médico dentro da UTI Neonatal da MCO (Maternidade Climério de Oliveira), principalmente em relação a nutrição parenteral e enteral, garantindo segurança e velocidade de informação dos pacientes.

Armazenar os dados do prontuário eletrônico utilizando o formato do padrão médico internacional DICOM Structured Report, permitindo integração com outros sistemas.

Realidade Aumentada Aplicada a Bioengenharia Cranio-Facial

Este projeto tem como foco a criação de um modelo computacional para visualização de dados médicos, como exames ou próteses, compostos com a imagem em tempo real do paciente, voltado para a área de bioengenharia craniofacial. Tal modelo deve ser capaz de: a) identificar a face do paciente em um fluxo de vídeo; b) compor, em tempo real, os dados médicos a serem analisados a esse fluxo de vídeo; e c) acompanhar os movimentos do paciente mantendo consistente a composição do fluxo de vídeo e dos dados médicos. Para isso, técnicas de Visão Computacional deverão ser aplicadas na etapa de captura (a) e técnicas de Realidade Aumentada nas etapas de registro e composição dos dados (b) e (c).

Realidade Aumentada para Deficientes Auditivos no Ensino-Aprendizagem

Este projeto tem como objetivo geral o desenvolvimento de recursos tecnológicos no processo de ensino-aprendizagem de deficientes auditivos. Para tanto, será, empregada a tecnologia da Realidade Aumentada para criação desses objetos, com base nos assuntos pertinentes à educação regular dos alunos. Através de marcadores e câmeras web, os alunos poderão visualizar animações auto-explicativas dos principais temas e assuntos de várias disciplinas, gerando, assim, condições qualitativas ao seu entendimento e aprendizado. As imagens serão capturadas, em tempo real, na forma de vídeo, com a utilização de câmeras comuns. Poderão ser, ainda, usados óculos virtuais para a visualização dos objetos 3D, caso a instituição tenha interesse em realizar maior investimento.

Giga de Testes para Software e Tecnologia

Este projeto consiste em criar um conjunto de validadores baseado em arquivos simuladores para avaliar software ou equipamentos. De forma genérica, a giga de testes processa os arquivos simuladores e aplica os valores dos sinais de entrada ao equipamento ou software e lê as saídas do dispositivo.

Desenvolvimento de Jogos para Android

Entre os 10 aplicativos mais rentáveis do Android, 8 são jogos. Com base nisso, esse projeto tem como objetivo desenvolver jogos para a plataforma Android, e para acelerar e facilitar o processo de criação, está em desenvolvimento uma engine voltada para tal plataforma.

Desenvolvimento de Jogos para TV Digital

Este projeto tem como foco o desenvolvimento de um pacote de jogos para TV Digital para o Sistema Brasileiro de Televisão Digital. Tais jogos serão desenvolvidos para o middleware GINGA no SET-TOP-BOX, equipamento necessário para conversão do sinal de transmissão digital para o analógico. Os jogos serão direcionados para crianças, adolescentes e idosos com 2 (dois) tipos de narrativas: simples e complexas. As narrativas simples apresentam objetivos simples, com ambientes bidimensionais (desenhados), baixo grau de interatividade e imersão e com único jogador.

Desenvolvimento de um algoritmo para registro de modelos deformáveis utilizando mapas de profundidade com Kinect

O registro de modelos tridimensionais é um problema fundamental para sistemas de reconstrução de superfícies. Muitos dispositivos de captura providenciam dados incompletos da superfície, que devem ser alinhados e unidos de forma que se possa obter um único modelo tridimensional completo. Realizar o registro, ou seja, a obtenção da matriz de transformação que define esses dados é um passo fundamental e um dos mais críticos para a reconstrução tridimensional.

O registro pode ser classificado de duas formas: rígido e deformável. No registro rígido, o objetivo é obter uma única matriz de transformação global que define a relação entre dois modelos. Já o registro deformável requer a obtenção de várias matrizes de transformação locais, que definem a relação entre diferentes pontos característicos (com alta curvatura, etc.) de um modelo.

Em geral, a deformação é controlada a partir de correspondências expressas por pontos distribuídos sobre o modelo base de alinhamento, de forma que cada um desses pontos possua correspondente no modelo alvo. O objetivo desse projeto é desenvolver um algoritmo para registro de modelos deformáveis utilizando mapas de profundidade.